Viajar de trem pela Europa é delicioso! Os europeus já estão acostumados com o meio de transporte e os brasileiros cada vez mais escolhem os trens para atravessar países ou para viajar de uma cidade a outra. Viajar de trem é prático, rápido, agradável e uma aventura!

Viajar de trem pela Europa

Ferrovia na Áustria. | AzWanderlust


Por que viajar de trem?

Viajar de trem é prático

Viajar de trem é prático, porque as estações de trem ficam no centro das cidades. Onde se concentram o maior número de atrações e onde tem a maior quantidade de opções de hospedagem. Com o próprio transporte público da cidade, é possível chegar nas estações e também o valor do táxi / uber fica relativamente barato. Não é preciso sair horas antes do embarque, como quando se viaja de avião, pois na maioria das vezes não precisa fazer check-in. Lembro-me que na empresa espanhola e na Eurostar é preciso fazer check-in, por isso, fique atento no horário de chegada na estação!

Viajar de trem também é rápido

Viajar de trem também é rápido, porque, de fato, o trem anda mais rápido que o carro. E também porque a maioria deles só para em cidades específicas pelo caminho (alguns até vão direto).

Viajar de trem é agradável

Viajar de trem é agradável, porque as poltronas são mais confortáveis que as dos ônibus (e também dos aviões) e é possível caminhar entre os vagões e para esticar as pernas e conhecer as pessoas. Além disso, dá para observar a paisagem ou pegar uma cabine com mesa e poder trabalhar enquanto viaja.

Viajar de trem é uma aventura

Viajar de trem é uma aventura inesquecível! Começa ao procurar o vagão e a poltrona quando esta já está reservada ou quando atravessamos os vagões em busca de uma poltrona vazia. Depois, a aventura fica mais intensa quando os exagerados nas bagagens não conseguem colocar a mala enorme no bagageiro e só no final da viagem descobre que entre um vagão e outro (e às vezes entre uma poltrona e outra), tem espaço para as malas enormes.

Viajar de trem, além de ser tudo isso aí de cima, é tão legal e tão fácil que a gente volta pra casa se perguntando por que no Brasil ainda não construíram ferrovias ligando as cidades e bombardeia as redes sociais pedindo “peloamor” para os governantes construírem logo e facilitarem a nossa vida.

Mas e aí, é caro viajar de trem pela Europa?

Se você conseguir comprar os bilhetes no período de promoções, vai conseguir economizar até 70% no valor da passagem. Setenta porcento é muita economia! Com certeza, nessas condições, viajar de trem pela Europa não fica caro!

Viajar de trem pela Europa


Como comprar passagens de trem pela Europa?

Quem me conhece, sabe o quanto sou organizada e o quanto planejo antes de realmente embarcar em uma aventura no velho continente. A viagem para mim começa meses antes, quando traço o roteiro e defino as cidades que quero visitar.

Mas isso acontece não só porque eu gosto, mas também porque economizo bastante! Às vezes, economizo 50% no orçamento total da viagem (leia aqui Como pesquisar passagens).

Os bilhetes de trens de alta velocidade são bem mais caros quando comprados na hora e alguns dias antes. Já nos trens de baixa velocidade, os preços geralmente permanecem os mesmos independente da época de compra. Nesses casos, não há problemas em comprar a passagem na hora da viagem. O importante é verificar os horários no site e chegar um pouco antes na estação de trem para comprar o bilhete.

Já pesquisei muito (muito mesmo!) qual o melhor período para comprar as passagens de trem baratas quando quero viajar de um país a outro. Li artigos em português, inglês e espanhol e coloquei em prática todas as dicas até chegar na minha própria maneira de achar o preço mais em conta.

Primeiro passo

O primeiro local que procuro é na Rail Europe (clique aqui!). Vejo o valor e a empresa que atua nos destinos. Depois, vou no site da operadora e faço a mesma pesquisa.

A Rail Europe serve como uma comparador de preços, mas cobra uma pequena taxa por isso na hora de emitir o bilhete. Para quem gosta de praticidade, comprar por lá é uma excelente opção, já que dá para comprar passagens de qualquer trecho e país em um único lugar. Mesmo com as taxas, se comprar as passagens nos períodos de menor valor, compensa.

Caso você seja mais paciente (e não queria gastar 2 ou 3 euros a mais), compre cada trecho diretamente pela cia de trem de onde se origina a viagem (empresa do país de origem). Geralmente, cartão de crédito brasileiro (com autorização para compras internacionais) é aceito na maioria das cias. Algumas também aceitam pagamento via PayPal. Porém, algumas não aceitam nenhum dos dois. Nesses casos, é melhor comprar pela Rail Europe.


Quando tem promoção de passagens de trem pela Europa?

Depois de tanta pesquisa, testes, leituras e reservas feitas e canceladas, consegui achar um meio termo comprar passagens de trem baratas pela Europa.

Vou compartilhar com você o tempo de antecedência para comprá-las nas cias de trem mais famosas da Europa. Mas saiba que, ano após ano, há uma pequena variação quanto ao período. Por isso, fique atento e pesquise em outras datas para ver se há algo mais em conta.

Vale lembrar também que, feriados e datas comemorativas como o Natal por exemplo, as tarifas por si só já são mais caras. Mas se conseguir comprar com o tempo de antecedência descrito abaixo, é muito provável que encontre o melhor preço.

O valores são para tarifas standard, idade de 26 a 59 anos. Primeira classe e tarifas para estudantes ou maiores de 60 têm um preço diferenciado, mas também podem ter promoções nos mesmos períodos.

Data das promoções

As cias de trem dos países com mais expressão são as que mais fazem promoção de passagens de trem. São elas:

  • Alemanha – Deutsche Bahn – 60 a 70 dias de antecedência.
  • Áustria – ÖBB – 43 a 90 dias de antecedência.
  • Espanha – Renfe – 30 a 70 dias de antecedência.
  • França – Voyages-SNCF – 80 dias de antecedência.
  • Holanda – NS – 60 dias de antecedência.
  • ItáliaTrenitalia – 70 a 90 dias de antecedência.
  • Londres-Paris-Paris-Londres Eurostar – 50 a 90 dias de antecedência.

Dicas importantes na hora de comprar a passagem de trem

  • Algumas das companhias de trem não tem todas as informações da passagem em inglês (muito menos em português). Verifique atentamente se escolheu a opção certa antes de finalizar a compra.
  • Reservar assento encarece o preço da passagem. Se você comprou o bilhete, vai ter poltrona livre para você. Não se preocupe que não vai viajar em pé. Às vezes tive de caminhar alguns vagões até achar uma vazia. Só reservei quando a opção já fazia parte da promoção da passagem ou quando a empresa só efetivava a reserva mediante escolha do assento.
  • Sempre que for comprar o bilhete, deverá escolher o horário de saída do trem. Muitas vezes esse bilhete vale para o dia inteiro. Ou seja, você pode embarcar a hora que quiser.  No entanto, somente naquele dia.
  • Escolha a opção de enviar por e-mail ou e-ticket, pois se escolher enviar por correios, precisará pagar uma taxa.
  • Mesmo com a tecnologia de hoje, imprima os bilhetes e leve com você. Alguns trechos ainda são ultrapassados e nem todos os fiscais têm a máquina para validar no celular. Para facilitar o processo, entregue o papel para ser carimbado e/ou furado.
  • Vale a pena comprar os passes? Sinceramente, só acho válido para quem realmente está sem lenço e sem documento e não sabe para onde vai ou quando vai. Aí vale sim, pois as passagens compradas depois das datas descritas ficarão bem mais caras.

 

Blogagem Coletiva

Este post faz parte da Blogagem Coletiva, um projeto que une vários blogueiros que compartilham suas dicas sobre um tema específico. O tema de setembro de 2017 foi #viajardetrem.

Que saber mais sobre Viagens de Trem pelo Mundo? Dá uma olhada no que outros blogueiros escreveram:


Talvez você também goste de:


Este post te ajudou? Dá um Pin nesta imagem e salve no seu Pinterest para ler quando quiser!

Viajar de trem pela Europa