— Eu vou! — confirmei minha presença no 1º Encontro do Vem Pro Cerrado quando soube que seria em Cristalina. Já havia passado pela cidade inúmeras vezes, mas sempre pela estrada quando ia de Brasília em direção ao Rio de Janeiro. E sempre fazia a mesma pergunta mentalmente: “como será um garimpo de cristais?

Que sou curiosa, todo mundo sabe. Herdei essa vontade de ver e saber dos meus pais. Aliás, da família toda! Digamos que somos uma família de curiosos que adoram ter conhecimento de tudo que se passa e de compartilhar os achados entre si. Prova viva são os grupos do WhatsApp!

Voltando aos garimpos, quem nunca teve vontade de saber como aquelas preciosas pedras dos colares e anéis são coletadas e lapidadas, que atire a primeira pedra! Não sou daquelas que compra jóias ou bijuterias todos os dias, mas tenho algumas que me agradam. E sempre tive curiosidade de saber como o homem descobriu que debaixo da terra tem esses minerais e qual o melhor jeito de extraí-los.

Cristalina Goiás garimpo de cristais

Garimpo da Fazenda Sucupira (Chapéu do Sol) | AzWanderlust by Sylvia do blog Sentidos do Viajar

Finalmente posso riscar da lista de curiosidade como é o processo de garimpagem e extração dos cristais e como eles são lapidados antes de serem colocados nos colares e anéis que vejo por aí.

Para mais posts sobre Cristalina, clique aqui!


Garimpo de Cristais

Cristalina, como o próprio nome diz, é a cidade dos cristais. Mas não é qualquer cristal não! O solo de lá é rico em cristal de rocha, também conhecido como quartzo hialino. Popularmente chamado de cristal transparente, sendo a variedade mais pura do quartzo.

Cristalina Goiás garimpo de cristais

Três tipos de cristais lapidados pelo proprietário da Fazenda Sucupira (Chapéu do Sol), Eduardo Fernandes, o Duda. Ele patenteou o Green Gold (terceiro da foto), resultado da radiação gama de cobalto-60 ao cristal transparente. | AzWanderlust

Para saber se o cristal é verdadeiro, ele tem que ter seis lados (hexágono).

Bem, isso eu aprendi quando visitei o garimpo de cristais da Fazenda Sucupira, onde fica a Pedra Chapéu do Sol. O dono da propriedade Eduardo Fernandes, conhecido como Duda, foi nosso anfitrião. A fazenda abriga também a Reserva Ecológica Parque das Pedras e o Areal, onde ocorre a extração de areia rica em silício, utilizada na produção de concreto de alta resistência e nas placas de geração de energia fotovoltaica.

Duda apresentou a fazenda com entusiasmo e carisma, ensinando como achar os cristais de rocha, sem precisar fazer buracos em todos os lugares. A explicação é bem simples. Primeiro, caminhe pelo Cerrado em busca de formigueiros com areia branca. Depois cave.

Durante a formação do cristal de rocha (quartzo hialino) nas fendas do magma terrestre, ocorre também a formação de jazidas de areias brancas ricas em silício. Por sua vez, as formigas quando em contato com a região, levam à superfície esses grãos para construir os formigueiros. Eles se destacam na terra vermelha, indicando que ali embaixo há uma grande quantidade do cristal transparente. Então, é só cavar.

Curtindo o post? Então curta também nossa fanpage e não perca nada do que acontece por aqui!

A visita ao garimpo de cristais

Felizmente, não precisei começar esse processo desde o início. A van que levara o grupo e seguia o Duda fazenda adentro, estacionou diretamente no buraco. O garimpo já estava lá, pronto para extrair os cristais.

 

Cristalina Goiás garimpo de cristais

Emoção em garimpar cristal e aula exclusiva do Duda sobre os minerais e suas cores. | AzWanderlust

Mais fina que a areia da praia de Cabo Frio, a areia do garimpo parece um pó. Mas isso não me incomodou. Pelo contrário, deixou o lugar ainda mais incrível. Era como se estivesse na lua, embora eu nunca tenha pisado nela.

O filho mais novo da Adriana, do blog Atravessar Fronteiras (leia aqui o relato dela), perguntou: “Mamãe, que excursão fantástica é essa que leva a gente pra garimpar?”. Com apenas 10 anos, ele elucidou o que eu sentia aos 32.

Como se não bastasse o fantástico branco produzido pela natureza, papai do céu resolveu nos presentear com o céu azul puro e um sol amarelinho. Meus olhos brilharam e meu corpo voltou a ter os 10 anos do Léo. Bem, não somente eu, como também os outros 13 adultos do encontro voltaram a ser criança.

Serviço

  • Onde fica: na Fazenda Sucupira (ou Chapéu do Sol), a 10 km do centro de Cristalina.
  • Como ir: você pode pegar informações no Mercado do Cristal.

Minhas impressões sobre o Garimpo

A sensação de “catar” seu próprio cristal é demais! Sem pensar duas vezes, fui colocando na mochila todos os cristais que encontrava. Aí, meu subconsciente resolveu dar o ar da graça e perguntou:

— Que diabos você vai fazer com tantos cristais?

— É, onde vou colocar todos eles? Será que isso destrói a natureza?” — pensei.

Logo, abri a mochila e devolvi um por um ao seu habitat natural. Substituí a vontade de garimpar cristais pela minha paixão por fotografia. Saiu cada foto extraordinária! Veja abaixo:

Cristalina Goiás garimpo de cristais

Garimpo da Fazenda Sucupira (Chapéu do Sol), Cristalina – Goiás | AzWanderlust

Antes que me perguntem, o garimpo é autorizado pelo Governo Federal. Perguntei várias vezes ao proprietário sobre a regulamentação e ele informou que toda a documentação está em ordem. Ainda disse que, após a exploração, medidas ambientais também serão tomadas, como plantações e auxílio aproveitamento do buraco para formar uma represa.

Eu não entendo muito disso… quando cheguei em casa, recorri ao Google para saber mais. Não encontrei nada.

Decidida a voltar para casa somente com as imagens e lembranças dessa visita, eis que aconteceu algo que não esperava.

Em meio ao pó de areia e o reconhecimento do local, minha viseira caiu no chão enquanto eu fazia um coque no cabelo. Ao pegá-la, avistei embaixo dela dois cristais juntinhos. Um era o abundante cristal transparente, o outro um cristal rosa-alaranjado. Ambos quebrados, provavelmente por causa da escavadeira.

Peguei os dois e guardei no bolso. Afinal, Cristalina não é só a maior reserva de cristais do mundo. É também o ponto de equilíbrio do mundo de acordo com os místicos.

Novidade: Duda nos informou que futuramente a reserva ecológica contará com um hotel. De acordo com o proprietário, a documentação já foi aprovada em todos os órgãos responsáveis e em breve as obras começarão. Vamos aguardar mais informações!


Mercado do Cristal

Que Cristalina é rica em cristal, não é novidade. Também não é novidade que o garimpo dos cristais oferece empregos. Por sua vez, não basta garimpar. É necessário lapidar as pedras para vendê-las ao consumidor. Todavia, onde vender essa preciosidade?

Há várias lojas espalhadas pela cidade nas ruas da Saudade, Otaviano de Paiva e 21 de Abril; na praça José Adamian; e na Estação Rodoviária Municipal.

Em 2013, a Associação de Artesãos de Cristalina junto a a iniciativa pública e privada, inaugurou o Mercado do Cristal, com objetivo de reunir em um único lugar a comercialização dos cristais. Na verdade, o Mercado do Cristal não se restringe apenas ao quartzo hialino encontrado na cidade. Há uma enorme variedade de minerais encontrados no Brasil inteiro.

Mercado do Cristal Cristalina garimpo de cristais

Mercado do Cristal, Cristalina – Goiás | AzWanderlust

A iniciativa é super interessante para quem quer comprar a lembrancinha da cidade e saber um pouco mais como são lapidados os cristais.

O Mercado do Cristal (clique aqui para visitar o site oficial) fazia parte do itinerário do 1º Encontro do Vem Pro Cerrado. Foi interessantíssimo conversar com os artesãos e entender melhor sobre todo o processo de lapidação dos cristais até virarem jóias e bijuterias incríveis. Cada peça mais linda que a outra!

Mercado do Cristal Cristalina garimpo de cristais

Mercado do Cristal, Cristalina – Goiás | AzWanderlust

Serviço

  • Onde fica:  Rua Minas Gerais, Lote 1, Quadra A, Rua 12 – Setor Norte Novo, Cristalina – Goiás. Próximo à BR 040.
  • Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 18h | sábado das 8h ás 12h | domingo fechado.

1º Encontro do Vem Pro Cerrado

Encontro do Vem Pro Cerrado

1º Encontro do Vem Pro Cerrado – Cristalina, Goiás

Agradecimentos

Agradecimento especial ao Senhor Eduardo Fernandes, proprietário da Fazenda Sucupira (Chapéu do Sol) por nos mostrar pessoalmente as belezas da reserva.

À Prefeitura de Cristalina, à Câmara Municipal de Cristalina e à Secretaria de Turismo de Cristalina, por viabilizarem o 1º Encontro do Vem Pro Cerrado.

À Sara Biacchi, Secretária de Turismo de Cristalina, por nos acompanhar nessa aventura.

Aos hotéis Ity Hotel e Cristal Park Hotel por nos hospedarem.

Ao Balneário das Lajes pela oportunidade de passarmos o dia por lá.

Ao Jeep Club Cristalina pelo passeio de jeep emocionante.

Ao casal MarinêsLuciano (blog Viagem sem Frescura), por organizarem o 1º Encontro do Vem Pro Cerrado com o maior carinho.


Vem pro cerrado, brasília, selo fundador, rbbv

Conheça o projeto Vem pro Cerrado, clique aqui!


Talvez você também goste de:


Este post te ajudou? Dá um Pin nesta imagem e salve no seu Pinterest para ler quando quiser!

O que fazer em Cristalina Goiás