O que fazer em Fernando de Noronha

Fernando de Noronha é um dos destinos mais procurados pelos brasileiros e pelos gringos. Já fui quatro vezes e quero ir sempre! Este ano (2017), passei o carnaval por lá e contabilizei todos os meus gastos (R$4.400,00) e escrevi neste outro post um roteiro de 5 dias na ilha, clique aqui! Vamos lá: o que fazer em Fernando de Noronha?


História de Fernando de Noronha

O nome de Fernando de Noronha – esse maravilhoso arquipélago – vem do fidalgo português Fernão de Lorona que financiou a expedição da descoberta. Foi rebatizada de Isle Delphine por franceses em 1736, quando estes se apossaram da terra. Portugal retoma a ilha em 1737 e constrói o maior sistema  de defesa da época com fortificações em 17 km².  De 1942 a 1988 formou-se o tempo de dominação militar com a criação do território federal, mas por fim, Noronha retornou à Pernambuco.

Fernando de Noronha é um Distrito Estadual conduzida por um administrador nomeado pelo governador do estado de Pernambuco.


Quando ir à Fernando de Noronha

Depende dos seus objetivos!

Para explorar a ilha e o mar calmo: setembro

Para explorar a ilha, o mar (um pouco mais agitado), e ainda aproveitar o agito noturno: janeiro e fevereiro.

Para resumir: se você está indo com seu parceiro (a), vá em setembro. Se você está indo solteiro, vá em janeiro e fevereiro!

Clima: difícil falar. Pelos sites, eles indicam dois períodos: a seca, que vai de setembro a fevereiro e a chuvosa, com precipitações ocasionais, de março a agosto. A temperatura varia pouco,  mantendo uma média de 28ºC.

Já peguei chuva em Noronha em fevereiro (apenas um dia).

Marés

Em janeiro é a época do surf. Em setembro é a época da maré baixa, a ilha fica mais linda. O mar mais calmo. Bom para mergulho.


Como chegar em Fernando de Noronha 

Duas cias aéreas fazem o translado Recife – Noronha, Natal – Noronha. Já pesquisei indo de milhas até Recife e aí comprar a passagem, às vezes vale a pena, na maioria não!

Dependendo da época, dá para pagar 1400 reais ida e volta pela Azul (atualizado em 05 de julho de 2017).

Saindo de Brasília, há uma verdadeira peregrinação pela Azul, fazendo conexões em Belo Horizonte e Recife. Mas a diferença de preço com a Gol, que só tem uma conexão em Recife, é de 700 reais (mínimo que vi). Milhas da Azul, a partir de 18000 o trecho (nada mal). O importante é pesquisar muito!


Onde ficar em Fernando de Noronha

São vários tipos de estadia em Noronha. Tem pousadas simples (de todos os tipos de simplicidade!!!), e pousadas sofisticadíssimas!

Os preços são altos, sempre. Por exemplo: uma pousada simples pode ter a diária de 400 reais o casal. O que é extremamente caro se pensarmos que esse preço ficamos em hotéis maravilhosos na Tailândia! Mas tudo bem… é Noronha, gente! Não perde em nada, no quesito beleza, para as ilhas Tailandesas (eu acho!).

Fizemos uma parceria com a Pousada das Ilhas. A dona, Lucimara, me disse que faz preço melhor que no Booking para quem ligar para ela, falar que viu no blog e fechar! O número dela é (81) 983640829. Fale do blog da Marcela que ela ajuda!

As pousadas domiciliares têm ar condicionado, banheiro individual, frigobar e sempre um dono super gente boa, disposto a te ajudar.


O que fazer em Fernando de Noronha

Alguns passeios pagos

Ilha Tur

Uma vez fiz o “Ilha tur” (janeiro 2012). É um passeio que dura o dia todo e acaba no pôr-do-sol do Boldró. O passeio é feito em uma pick-up grande, com 6 lugares internos (no ar condicionado) e 6 lugares em uma carrocinha atrás (bem estruturada, mas na poeira e no calor). É bem bolado o negócio.

Os guias sempre divertidos e simpáticos. O bom é que você descobre lugares que se fosse sozinho não conheceria. Vale para a primeira vez em Noronha. Faça logo no primeiro dia!

Trilha do Atalaia

Tem que reservar antes. Tem um número máximo de pessoas por dia. Se você viajar com muitas pessoas, reserve antes de ir, pelo site.

Passeio de Barco

Reserve um passeio que tenha aquasub no final. O passeio é uma delícia, você navega pelo “mar de dentro”. No final, faz aquasub, que é uma pranchinha puxada pelo barco.

Na última vez que fui, fiz esse passeio particular. Contratamos o Naldo (081-996404471). A única desvantagem é que ele não tem autorização de navegar depois da pedra Dois Irmãos. É uma lancha particular com música boa, e no final, aquasub e um almoço delicioso. Alugamos uma barraca na praia do porto e comemos ali mesmo (tudo servido por ele). Pode comer na lancha. O passeio dura 3 horas, máximo 8 pessoas. Sem o almoço, até 10 pessoas. O preço mínimo de saída é de 500 reais para 2 pessoas. Acima disso é 200 por pessoa. Ele também faz o passeio com duração de 2 horas e 2 paradas para mergulho (100 reais/pessoa). Esses preços são de 2017. Qualquer dúvida, só mandar um whats app para ele.


 A ilha

Noronha é muito fácil de andar. Tem uma rodovia. Ao chegar no aeroporto, pega-se um mapa e pronto, sem erros. Agora tem algumas praias que é necessário pagar para entrar. Você paga por 10 dias, mesmo usando menos. Vale a pena. Custa 89 reais e você pode entrar no Sancho, Atalaia e Sueste.

Essas praias são gratuitas: Cachorro (a mais perto da Vila dos Remédios), do Meio, do Leão, da Conceição, do Americano, Boldró, Bode e Cacimba do Padre (aonde tem o morro dois irmãos), e é o point do surf em janeiro/fevereiro.

O que fazer em Fernando de Noronha


O que fazer Fernando de Noronha

Praia do Sueste

A praia é paga mas tem uma estrutura, com barracas para alugar, e equipamento de mergulho livre. Lá vale arrumar um “guia” para ver os tubarões… morri de medo, mas iria novamente! Você vai nadando e vendo tartarugas, peixinhos coloridos, até que passa um tubarãozinho perto de você. Aí mais um, e uns 5. Isso que se você ficar em pé, alcança o chão! Mas os guias são ótimos, nos fazem perder o medo e curtir o passeio.

A praia do Sueste é ideal para passar o dia. Dá para dar uma corridinha, dá para mergulhar, nadar, ficar boiando. Tem um pouco de algas na beira, mas depois que passa, fica tudo limpinho.

Praia do Sancho

É uma das praias mais lindas do mundo, a mais linda do Brasil (segundo várias revistas especializadas em viagens). Em janeiro ela não é tão bela, mas em setembro… deslumbrante! Lá também avistamos peixinhos coloridos e tubarões, mas não é sempre que eles aparecem.

Mesmo eu já tendo ido algumas vezes, não existe passar em Noronha e não ver o morro dois irmãos pelo ângulo do Sancho. Lá tem o mirante “ai que lindo”, que é uma piadinha dos guias. Mas que qualquer pessoa quando olha diz essa frase!

Desde 2013 o Sancho conta com uma estrutura melhor para chegar lá. Quem tem medo de altura, ou dificuldade em caminhar, vá de barco. Quem tem pernas boas e não tem frescuras como “preciso de uma praia com estrutura!” vai adorar o Sancho.

Para descer tem uma escadinha por uma fenda aberta no meio do chão. Muito rústico. Agora a escadinha pelo menos não dá tétano nos turistas, a antiga era horrível, fiquei com aquele cheiro de ferro na mão!! 

 Fui com a mochila nas costas e quase entalei… tive que descer “de ladinho” no final do primeiro andar! Depois tem mais outro lance de escadas… aí chega-se em outro lance de escadas de pedra/areia… mais light. Menos medo! Aí você está no Sancho! Leve água, 2 cangas, comida, snorkel e óculos para mergulhar… Lá não tem mesmo!

No início da trilha para chegar ao Sancho tem uma loja com água para banho, e coisas para comprar, até sanduíche natural. É a estrutura que fizeram.

Praia do Atalaia

Para entrar lá, só com horário e guia autorizado… uma lástima para quem está em Noronha… marcar horário. Lá tem 2 opções de trilhas, uma longa e uma curta. E os preços também são de acordo. Escolhemos a longa. No inícios todos juntos para a trilha curta. Você chega em uma piscina natural, que tem uma grande variedade de peixes, que eu não vi, pois ninguém nos avisou que não podíamos usar protetor solar para entrar lá… aí, na preguiça de tirar o protetor com a canga, ficamos só olhando.

Não pode entrar com protetor pois a piscina não é aberta ao mar, tem uns arrecifes que a protegem e pouca água é trocada. Se os turistas utilizarem protetor, podem danificar o ambiente dos peixes nesse local.

Praia da Cacimba do Padre

A Cacimba do Padre fica logo depois da Baía dos porcos, que se vê do mirante “ai que lindo”. A Baía dos porcos é maravilhosa, na maré baixa. Na maré alta não é feia, mas é mais agitada! A Cacimba do Padre é a praia do surf em janeiro.

O que fazer em Fernando de Noronha

Tem poucas barracas para alugar, e um barzinho para comprar bebida e comida. Lá se vê o morro dois irmãos bem de pertinho. Tirei fotos lindas. Do lado esquerdo, indo para a Baía dos porcos, tem um lugarzinho que fica em frente ao dois irmãos… Fotos maravilhosas… 

Praia do Bode

Uma vez passei por lá só caminhando, indo da Cacimba para a praia dos Cachorros. Outra vez parei para tirar umas fotos do morro dois irmãos. Boazinha para chegar de Buggie e para ficar a toa.

Praia da Conceição, Meio e Cachorros

As três praias são fáceis de chegar pela Vila dos Remédios. Tem bares para comprar bebidas e comidas, dá para passar o dia. Entre a Conceição a praia do Meio, tem o bar do Meio. Bom para almoçar e ficar apreciando o mar. Na conceição que fica o morro do pico, que é bem famoso. 

Praia do Leão

Essa praia fica ao lado do Sueste. Só entra depois das 8h. É uma praia bem deserta. A praia é uma paz… O mar é um pouco agitado. 


Pôr do Sol na Ilha

Sou apaixonada por pôr do sol. São 3 points básicos para assistir em Noronha:

1. O fortinho do Boldró e Bar do Meio – chega-se de buggie, ou de ônibus, mas aí tem que andar um pouco. Pegando carona é mais fácil. Vista do morro dois irmãos. No Boldró tem um barzinho do Xica da Silva (restaurante) que dá para comprar cerveja, etc. Leve espumante, uma canga e relaxe! Tem mesa também e música ao vivo… Bar do meio: Baladinha com música ao vivo ou DJ. Restaurante mais arrumadinho, vista do morro dois irmãos (mais ao longe) e morro do pico.

O que fazer em Fernando de Noronha

2. Restaurante Mergulhão – música mais suave e restaurante muito bom. Vista do morro do pico.

O que fazer em Fernando de Noronha

3. Forte da Vila dos Remédios

O que fazer em Fernando de Noronha


Talvez você também goste de: