O Cerrado é cheio de atrações naturais para visitar. Uma ótima opção para quem curte trilhas e cachoeiras. No último final de semana fui conhecer o EcoBocaina, localizado em Formosa entre a Rampa de Voo Livre e o Itiquira, a 70 km de Brasília.

Foi uma experiência incrível! Cheguei lá para fazer o Desafio da Bocaina, um percurso de 8 km. No entanto, ainda no início da trilha, não me senti bem e voltei à sede da fazenda. Descansada e pronta para explorar a região, topei um novo desafio, o Desafio do Camaleão (leia aqui como foi essa experiência!), um percurso de 4 km, ladeira abaixo.

O EcoBocaina foi inaugurado em 2016 e têm várias opções de ecoturismo como Rapel, Voo duplo de Parapente e quatro trilhas: a Trilha dos Mirantes, a Trilha Desafio da Bocaina, a Trilha Desafio do Camaleão e a Trilha Encontro das Águas. Confira todos os roteiros, clique aqui!

O projeto Vem pro Cerrado – no qual o AzWanderlust faz parte – foi convidado para conhecer o local e topei na hora! Eu fiz o Desafio do Camaleão (leia aqui!), o Leve Sem Destino fez o Desafio da Bocaina e o Sentidos do Viajar fez o voo de Parapente (leia aqui!).

Vou compartilhar esse achado, contanto um pouco a história da Fazenda Bocaina e porquê fiquei apaixonada pelo lugar. Tenho certeza que você também vai se encantar por ela!

EcoBocaina


História da Fazenda Bocaina

Bocaina (pronuncia-se bocâina, com fonema nasal no “ai”) é de origem tupi e significa passagem entre duas serras. Nada mais justo do que a fazenda ter esse nome, visto que a maior parte de suas terras engloba um lindíssimo vale, o Vale do Paranã.

Há 31 anos, o Senhor Niraldo Eccard e sua esposa Leonor Vicentina de Araújo Eccard, são os responsáveis pela preservação da área, tanto no combate ao fogo como na manutenção da fauna e da flora.

EcoBocaina

Acima, à esquerda: sede da Água Mineral Buriti. À direita: redário. Abaixo, à esquerda: Sinalização das trilhas. À direita: início das trilhas. | AzWanderlust

Localizada a 70 km de Brasília, no município de Formosa, Goiás, a Fazenda Bocaina abriga várias nascentes de água mineral que rendem belíssimas cachoeiras e a mina de Água Mineral Buriti, com vazão de mais de 150 mil litros por hora.

Com tantas nascentes e uma vasta natureza, os proprietários tiveram a (excelente) ideia de criar aventuras de ecoturismo, inaugurando o espaço chamado EcoBocaina.


EcoBocaina

Com a proposta de incentivar o ecoturismo e o turismo de aventura na região, os proprietários da Fazenda Bocaina inauguraram, no dia 3 de setembro de 2016, o EcoBocaina. Um empreendimento que tem como objetivo preservar o meio ambiente e atrair os adoradores de trilhas e aventuras à fazenda.

EcoBocaina

Tem como parceiros na assídua tarefa de preservação ambiental os projetos Savana Brasileira e Brasília é o Bicho, que monitoram os animais silvestres, os pássaros e as variadas espécies de árvores. Outro parceiro é o Instituto Federal de Goiás – IFG, que realiza atividades extracurriculares com o intuito de conservar a reserva.

Após meses de planejamento e formulação das trilhas, o EcoBocaina desenvolveu as seguintes atrações: Rapel, Voo de Parapente, Trilha dos Mirantes, Trilha Desafio da Bocaina, Trilha Desafio do Camaleão e Trilha Encontro das Águas. Confira o roteiro de cada uma delas, clique aqui!

No site oficial deles, encontrei alguns dizeres que chamaram minha atenção e fizeram com que meu interesse surgisse instantaneamente:

A atividade turística praticada no EcoBocaina tem em sua base o cuidado em manter a área sempre limpa para não prejudicar a biodiversidade local e o turismo ecológico pedagógico é uma prova que animais e seres humanos podem sim viver em harmonia, importante até mesmo para conscientizar as pessoas de que o cerrado está se esgotando e precisa ser preservado.” – EcoBocaina.

EcoBocaina

Mapa da Trilha dos Mirantes. | AzWanderlust

Como são as trilhas

As trilhas foram feitas com os recursos da própria natureza. As madeiras das árvores caídas são utilizadas como degraus, facilitando a caminhada e evitando a erosão. As trilhas possuem pontos de fuga para resgate e todos os visitantes recebem seguro de vida contratado pelos proprietários.

Todo o percurso guiado é feito com comunicação via rádio entre o guia e a sede. Nas trilhas autoguiadas, a sinalização é impecável, evitando que os trilheiros se percam no caminho.


Minhas impressões sobre o EcoBocaina

O conceito de conservação e preservação ambiental entrou na minha vida desde que nasci. Mas confesso que até 2010, a ânsia e curiosidade de explorar o mundo fizeram com que eu visitasse locais que hoje não visito mais (como zoológico, por exemplo).

Minha prioridade ao explorar as riquezas naturais do Brasil e do Mundo é baseada em um único fator: o local ser focado na sustentabilidade e na conservação e preservação ambiental. O fato de ver tanta gente destruindo (intencional ou involuntariamente) essa preciosidade que a natureza nos deu, deixa meu coração apertado. E não quero mais fazer parte disso.

Quando o Vem pro Cerrado – projeto que o AzWanderlust participa – foi chamado para conhecer a propriedade, topei na mesma hora. Queria ver pessoalmente todas as benfeitorias que li no site deles (leia aqui!).

EcoBocaina

Inicialmente, ia fazer a Trilha do Desafio da Bocaina, o maior percurso a pé da fazenda. Só que passei mal logo no início e optei por voltar à sede (Quer saber o que aconteceu? Leia aqui!).

Acredito que nada acontece por acaso e tive mais uma prova de que isso é verdade. Ao voltar para a sede, tive a oportunidade de conversar com o Senhor Niraldo e ouvir suas histórias. Pude presenciar sua enorme paixão pela fazenda.

Ele me contou toda a história que contei para vocês ali em cima e mais outras tantas. Contou-me também todo o processo de construção e manutenção das trilhas e o árduo trabalho de combate ao fogo e preservação da enorme área.

Aprendi um monte sobre captação de água mineral, coisa que nunca tinha ouvido falar. Se você também o curioso como eu, confira o post que escrevi sobre o processo de captação de água mineral, clique aqui!

EcoBocaina

Cachoeira das Palmeiras | AzWanderlust

Trilha Desafio do Camaleão

Depois de recuperada (e alimentada!), o Sr. Niraldo me guiou na Trilha Desafio do Camaleão (se você quiser saber mais como foi a trilha, leia neste artigo!) e pude ver com os meus próprios olhos a beleza daquele lugar.

De fato, conhecer o Sr Niraldo foi um plus a mais na minha passagem pelo EcoBocaina. Não que se tivesse continuado a trilha com o Luiz Guilherme – o guia e filho do Sr Niraldo – teria sido ruim. Pelo contrário, acho que teria sido muito bom também.

No entanto, como o Sr. Niraldo é falador e eu curiosa, consegui colher todas as informações que eu queria. Sim, o EcoBocaina é um espaço focado na conservação e preservação ambiental. O carinho que eles têm pela fazenda dá para ser sentido a todo momento.

EcoBocaina

Embora o terreno seja enorme, eles conhecem boa parte. O Sr. Niraldo é super receptivo e disponibiliza a região para pesquisas. Um ponto que achei muito positivo.

Uma preocupação que eu tinha era se teria onça no caminho – o cerrado é cheio de onças pintadas e pardas. Ele explicou que os pesquisadores encontraram várias nas filmagens da pesquisa, mas todas no período da noite. Confesso que fiquei mais aliviada em saber disso. Imagina topar com uma onça no meio do caminho?

O EcoBocaina ainda melhor

As trilhas são bem puxadas. Mas oras, lá é um vale, não poderia ser diferente. Porém, os responsáveis estudam maneiras de melhorar o acesso. Tudo focado da sustentabilidade, por isso funicular, bondinhos e elevadores ainda não estão em seus planos.

A escadaria ao lado da Cachoeira das Palmeiras será uma das próximas providências a serem tomadas. Não há data para tal feito, mas há muita vontade de realizar o quanto antes. A construção do espaço para camping está sendo planejada, também sem data para inauguração.

Por ser tudo muito rústico, a base da recepção é a mesma da sede da empresa Água Natural Buriti. Tem um redário e um mirante com uma ducha. Nada de luxo. Para os amantes da natureza, é um deleite.

Confesso que senti falta de algo mais estruturado na recepção. O Sr Niraldo avisou que eles também estão estudando uma possibilidade de melhorar essa questão e que aceitam sugestões.

No mais, acredito que algo aqui outro ali possa ser acrescentando. Mas, do jeito que está já nos traz um excelente e prazeroso contato com a natureza do jeito que ela é: uma savana brasileira.


Agradeço o convite do EcoBocaina, em especial ao Sr. Niraldo e ao Luiz Guilherme pela recepção. Este post é uma parceira do EcoBocaina com o projeto Vem pro Cerrado, no qual o AzWanderlust faz parte como membro fundador.

Vem pro cerrado, brasília, selo fundador, rbbv

Conheça o projeto Vem pro Cerrado, clique aqui!


Talvez você também goste de:


Este post te ajudou? Dá um Pin nesta imagem e salve no seu Pinterest para ler quando quiser!

EcoBocaina